Seres Míticos

[Seres Míticos][bleft]

Lendas

[Lendas][bsummary]

Personagens Ocultistas

[Personagens Ocultistas][twocolumns]

As maldições do filme "O Bebe de Rosemary"



O Bebe de Rosemary é considerado um dos filmes mais icônicos do final da década de 60 inicio da década de 70, sendo considerado por muitas pessoas, até os dias de hoje um clássico do cinema de suspense e terror. O que poucas pessoas sabem é que alguns eventos estranhos acompanharam o filme, tanto durante as filmagens e até após o lançamento da enigmática película. No texto abaixo conheceremos um pouco melhor algumas dessas coincidências que deram ao filme a fama de amaldiçoado.

Sinopse

Um jovem casal se muda para um prédio habitado por estranhas pessoas. Quando Rosemary Woodhouse (Mia Farrow) engravida, passa a ter estranhas alucinações e vê seu marido, Guy Woodhouse (John Cassavetes), se envolver com os vizinhos, uma seita que quer que ela dê a luz ao Filho das Trevas.

O bebê de Rosemary foi lançado em 1968, e naquela época o suspense causou histeria. O grande trunfo do filme, dirigido por Roman Polansky, foi de representar os satanistas do filme como pessoas normais, a uma primeira impressão, e perfeitamente integrados a sociedade. Isso deixa a sensação de que "eles estão entre nós", os satanistas eram sempre representados, no filmes, como malucos e lunáticos, vê-los como pessoas comuns pode parecer assustador, para a época. 



Na trama o marido de Rosemary passa a conseguir bons trabalhos como ator, alguns deles relacionado a eventos macabros, ocorridos com outros atores, e assim abrindo passagem para que Guy, consiga os papeis. Isso começa a acontecer depois que o casal se muda para o edifício Dakota, em Nova York. Rosemary e seu amigo Hutch, começam a suspeitar que esses favorecimentos tem relação com a aproximação de Guy com os vizinhos. A medida que os dois aprofundam suas investigações Hutch acaba falecendo vítima de um misterioso coagulo cerebral. Na verdade Guy faz um pacto, intermediado pelos vizinhos do casal, com o demônio, para conseguir tal sucesso, em troca o próprio demônio teria caminho livre, para fecundar sua esposa e assim trazer ao mundo o seu herdeiro.




As malditas coincidências

Após o lançamento do filme, um crítico teria escrito que os vizinhos de Rosemary, se parecem com "uma pequena e reclusa seita da Califórnia". 

Até aí nada de estranho, mas o produtor William Castle começa a receber ameaças de morte, por causa do tema "anticristo" do filme. A maldição tem início em abril de 1969, quando Castle é internado em caráter de emergência, com falência renal. Na sala de cirurgia do hospital, testemunhas afirmam tê-lo ouvido delirar dizendo: "Rosemary, pelo amor de Deus, solte esta faca!". No final do filme, após descobrir a verdade, que seu filho foi resultado do ato sexual com o demônio, fato que ela acreditava ter sido apenas um sonho, pois havia sido dopada pelos vizinhos em um jantar horas antes, Rosemary aparece próxima do berço do amaldiçoado filho, com uma faca, dando a entender que pretende matar a criança.





No mesmo dia, e no mesmo hospital, estava Krysztof Komeda, compositor da trilha sonora do filme e grande amigo do diretor do mesmo, Roman Polanski, e de sua esposa, Sharom Tate. Assim como Hutch, o amigo de Rosemary, Komeda também morre por causa de um coágulo no cérebro. 



Em agosto do mesmo ano, Sharon Tate, esposa do diretor do filme, é assassinada a facadas por quatro fanáticos de uma pequena seita reclusa da Califórnia (assim como o crítico havia descrito os vizinhos de Rosemary). Assim como Rosemary, Sharon estava grávida. Mais quatro pessoas morreram no ataque, ocorrido na casa de Polanski. Na porta do local, os criminoso escreveram "porco" com o sangue das vítimas.


Sharon Tate
A seita em questão era conhecida como Família Manson e fundada pelo lunático Chales Manson. O assunto Manson e o assassinato de Sharon Tate, já foi abordado mais a fundo em outra postagem aqui no Noite Sinistra (clique aqui para recordar)Esse crime ficou conhecido como "Helter Skelter", nome de uma música dos Beatles (a expressão significa "caos", "decadência"). Manson era grande fã do quarteto de Liverpool.

A última coincidência, ou não, aconteceu vários anos depois do lançamento do filme, quando John Lennon é assassinado, em Nova York, na porta do prédio onde morava, o nome do prédio? Edifício Dakota, o mesmo onde se passava a trama de O Bebê de Rosemary.



Trailer:


Um comentário:

  1. Excelente texto!
    Assisti ao filme duas vezes. Adoro filmes de terror, e este é um dos grandes clássicos!

    ResponderExcluir