Seres Míticos

[Seres Míticos][bleft]

Lendas

[Lendas][bsummary]

Personagens Ocultistas

[Personagens Ocultistas][twocolumns]

Bíblia de 1500 anos encontrada na Turquia deixa Vaticano preocupado


Uma bíblia de 1500 anos foi descoberta na Turquia, após a prisão de uma quadrilha que comercializava antiguidades de forma ilegal. O livro, feito em couro tratado e escrito em um dialeto do aramaico, língua falada por Jesus, tem as páginas negras, por causa da ação do tempo.


Segundo informações do site Notícias Cristãs, peritos avaliaram o livro e garantiram que o artefato é original. A descoberta aconteceu em 2000, e desde então, vinha sendo mantido em segredo, guardado em um cofre-forte na cidade de Ancara.


Estima-se que o valor do livro chegue a 20 milhões de euros, dada sua importância histórica. Após a divulgação da descoberta, o livro foi considerado patrimônio cultural e após a restauração que será feita, será exposto no Museu Etnográfico de Ancara.




Há informações de que o Vaticano demonstrou preocupação com a descoberta e pediu às autoridades turcas que permitissem que especialistas da Igreja Católica pudessem avaliar o livro e seu conteúdo, que se suspeita, contenha o “Evangelho de Barnabé”, escrito no século XIV e considerado controverso, por descrever Jesus de maneira semelhante à pregada pela religião islâmica.

2 comentários:

  1. Pode ser um impulso para ressuscitar o dialecto aramaico. Um dever do Vaticano, não lhe parece? Para os cristãos penso que confirmaria o nascimento de Jesus.

    ResponderExcluir
  2. Se o Vaticano encostar nessa bíblia FUDEU!

    ResponderExcluir