Seres Míticos

[Seres Míticos][bleft]

Lendas

[Lendas][bsummary]

Personagens Ocultistas

[Personagens Ocultistas][twocolumns]

Conspiração: Paul McCartney teria morrido em 1966?


A "suposta morte de Paul McCartney", também bastante conhecida em inglês como "Paul is dead" ("Paul está morto"), consiste basicamente em boatos de que Paul McCartney, integrante dos Beatles, teria morrido em um acidente em 1966 e sido substituído por um sósia.


Os fatos considerados


Em 1966, logo após o lançamento do álbum Revolver, os Beatles pararam de excursionar em virtude da dificuldade de tocar ao vivo os arranjos cada vez mais complexos e inusitados de suas músicas. Este fato, aliado a um acidente de moto sem maiores consequências sofrido por Paul McCartney, deu origem ao surgimento algum tempo depois do maior e mais duradouro boato de todos os tempos: o de que Paul McCartney havia morrido e sido substituído por um sósia.
Vários matérias em jornais, especulações de fãs e mesmo livros foram sido criados sustentando o boato da morte de Paul. As pessoas que acreditavam nisto se basearam em centenas de pistas, mensagens subliminares e sinais que supostamente haviam sido deixadas de propósito pelos outros Beatles nas letras das músicas, nas capas dos discos e nos filmes posteriores da banda.
Os Beatles sempre negaram qualquer envolvimento ou colaboração com os boatos. As "pistas", porém, contribuíram durante algum tempo para melhorar a divulgação e aumentar as vendas dos discos dos Beatles, ou seja, uma jogada de marketing.


A história da suposta morte de Paul McCartney


Paul teria morrido em um acidente de carro às 5 horas da manhã de uma quarta-feira, dia 9 de novembro de 1966. Sofreu esmagamento craniano e/ou foi decapitado ao colidir com outro veículo por não ter observado o sinal do cruzamento fechar, conforme teria sido contado posteriormente na música A Day in the Life: "he blew his mind out in a car... he didn't notice that the lights had changed" ("Ele arrebentou a cabeça num carro... não percebeu que o sinal havia mudado"). No acidente ele teria perdido seu rosto e seus dentes. Em virtude disto, não teria sido possível fazer a identificação do cadáver. Desta forma, os outros Beatles teriam resolvido substituí-lo por um sósia.
De fato, Paul sofreu um acidente de moto que lhe valeu um corte no lábio superior e um dente quebrado. Nada muito grave além disso. Isto pode ser observado no vídeo de "Paperback Writer" e "Rain". Paul parece ter perdido um dente e tem os lábios inchados. Quanto à letra de A Day In The Life, ficou obviamente constatado que Lennon a compôs após ler a notícia da morte do jovem socialite Tara Browne, de 25 anos, morto em 18 de dezembro de 1967. John estava tocando piano em sua casa quando leu a notícia da morte de Browne no jornal Daily Mail. Tara Browne estava dirigindo com sua namorada, a modelo Suki Potier, no seu Lotus Elan através de South Kensington em alta velocidade (Alguns relatos sugerem cerca de 170 km/h). Ele não conseguiu ver a luz do sinal de trânsito e prosseguiu através da esquina da Redcliffe Square com a Redcliffe Gardens, colidindo com um caminhão estacionado e morreu no dia seguinte.
Para a escolha do substituto teria sido foi feito um concurso nacional de sósias e o vencedor, William Campbell ou Billy Shears, após vencer o concurso teria feito algumas operações plásticas para aumentar sua semelhança com o Beatle morto e poder substituí-lo. A única falha no novo beatle teria sido uma cicatriz em seu lábio superior que não pôde ser removida e aparece nas fotos de Paul (o falso Paul) desde então. Esta cicatriz na realidade existiu e foi decorrente do acidente de moto sofrido por Paul, já anteriormente citado.
Com o sósia colocado no lugar do verdadeiro beatle os outros componentes e produtores da banda teriam começado a divulgar várias pistas para que os fãs pudessem descobrir que o verdadeiro Paul havia morrido. A maioria das pistas relatadas exigem bastante senso crítico.
A não ser que o corpo tivesse sido totalmente carbonizado (acarretando, inclusive, na destruição da arcada dentária), não tem como não ser executada uma identificação. Não existe nenhuma ocorrência policial ou relato de autópsia de um fato tão incomum. Além disso, não houve uma única testemunha de um acidente tão grave. Uma figura tão popular e sempre presente como Paul McCartney, seu sumiço certamente seria notado pela imprensa. Na época, nada foi noticiado. E mesmo após 1966 Paul compôs diversas canções tão criativas quanto as anteriores à suposta "morte", tanto com sua carreira com os Beatles quanto em sua carreira solo e com os Wings.


Início dos boatos


A suposta "morte de Paul McCartney" foi primeiramente noticiada em 12 de outubro de 1969 em uma rádio de Detroit, prefixo WKNR-FM, nos Estados Unidos, pelo disc jockey Russ Gibb. Ele havia recebido um telefonema de um ouvinte o instruindo para algumas pistas em músicas e capas de discos que indicavam a suposta morte. Russ Gibb neste dia leu a lista das pistas no ar e também improvisou algumas mais.
Para seu espanto, os jornais locais levaram a sério esta brincadeira e publicaram a lista. No final do mês de outubro os boatos tinham se espalhado de tal forma nos Estados Unidosque obrigaram Paul McCartney, em férias na Escócia, a vir a público desmentir os boatos sobre a sua morte. A partir daí, vários livros foram escritos e, cada vez mais, novos "fatos" foram sendo "encontrados" e adicionados à lista de indícios sobre a sua morte.


As mensagens que indicavam a suposta conspiração


Rubber Soul


Na capa do disco "Rubber Soul" os Beatles estão olhando para baixo, como se estivessem olhando para uma sepultura que seria de Paul.


A música "In My Life" tem um trecho dizendo: "some are dead and some are living" (alguns estão mortos e alguns estão vivos).


A música "I'm Looking through You" tem um trecho dizendo: "You don't look different but you have changed, I'm looking through you, you're not the same" (você não parece diferente mas você mudou, eu olho através de você, você não é mais o mesmo)


Álbum Revolver




* Perceba que este é o primeiro disco dos Beatles onde a capa não é uma foto, e sim um desenho. Pelo desenho não daria para descobrir o sósia.


* Há uma mão aberta sobre a cabeça de Paul. (os mortos são abençoados com a mão aberta sobre a cabeça)


* A música "She Said She Said" tem um trecho que diz "she said I know what it's like to be dead" ou "ela disse que eu sabia como é estar morto".(adoro essa música :D )


* A música Dr Robert diz: "you're a new and better man" ou "você é um homem novo e melhor" se referindo ao novo Paul. Dr Robert teria sido o médico responsável por tentar salvar Paul.


Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band






1- Há também uma mão aberta sobre a cabeça de Paul.


2-Outro arranjo onde aparentemente está escrito Beatles na realidade deve ser lido como "Be At Leso" ou "Fique em Leso". Paul teria sido enterrado na ilha de Leso.


3- Um dos arranjos de flores forma o desenho de um baixo igual ao que Paul tocava, e virado para a direita, já que Paul era canhoto. O baixo só tem três cordas, simbolizando apenas 3 Beatles restantes.


4-Na capa também aparece uma estátua de Kali, a deusa hindu da morte e do renascimento. Claro. Paul partiu desta para uma melhor, mas ressuscitou em outro corpo.




5-Se colocarmos um espelho no meio da palavra "heart"(horizontalmente), que está escrita no bumbo, aparece "HE DIE", algo parecido com "ele morre".


6-Há uma boneca segurando um carro de brinquedo na foto da capa. O carro seria do mesmo modelo do que matou Paul no acidente.


Outras notas:


* A capa do disco estaria simbolizando a sepultura de Paul, com todas as pessoas ao redor.


* Os arranjos de flores lembram um funeral.


* Na foto da contracapa Paul está olhando para trás, enquando os outros olham para frente.


* Na música "Sgt. Pepper's Lonely hearts Club Band" eles estariam apresentando o sósia de Paul, chamado "Billy Shears" : "so let me introduce to you the one and only Billy Shears"




Na foto da contracapa todos os beatles olham para a frente, com excessão de Paul.



Em uma foto do encarte Paul tem no braço uma insígnia onde está escrito OPD que no Canadá é sigla para "Officially Pronounced Dead" ou "Oficialmente Considerado Morto".


* Na música "A Day In The Life" há um trecho que diz: "He blew his mind out in a car, he didn't notice that the lights had changed" (ele estourou sua cabeça em um acidente de carro, pois não percebeu que as o semáforo havia fechado)


* Outro trecho de "A Day In The Life" diz: "A crowd of people stood and stared they'd seen his face before, nobody was really sure if he was..." (uma multidão parou e assistiu, eles viram seu rosto antes, mas ninguém tinha certeza se era ele)


* Na música "Good Morning, Good Morning" há um trecho dizendo: "nothing to do to save his life" (nada pode ser feito para salvar sua vida)


Magical Mistery Tour


Se você olhar a capa do disco em um espelho as estrelas onde está escrito BEATLES formam um número de telefone, 2317438.




Quando se ligava para este número na época em que o disco foi lançado se ouvia a mensagem "You’re getting closer" (você está chegando perto). Na realidade se tratava de uma menina bem humorada que havia aderido à brincadeira sobre a morte de Paul.


Na capa deste álbum Paul estaria vestido de morsa, um símbolo da morte em algumas culturas. Existem dúvidas sobre quem realmente está vestido de morsa na capa do álbum, John ou Paul?


A figura caracterizada como uma ave verde ou coisa parecida está usando um par de óculos parecido com o de John Lennon; na listagem das canções dentro do álbum em "I Am the Walrus" (Eu sou a Morsa) está escrita entre parênteses logo abaixo "No you´re not! Say Little Nicola!” (Não, você não é! Diga pequeno Nicola). Ora, se John está clamando ser a Morsa na música por que alguém iria dizer que ele não é tal criatura? Mais tarde no Álbum Branco, Lennon em sua música “Glass Onion” fala: "and here´s another clue for you all…the walrus was Paul…" (e aqui outra pista para vocês todos… a morsa era Paul). No clipe de George Harrison da música "When We Was Fab", canção nostálgica sobre os tempos de Beatles, Ringo Starr participa em vários instantes e, em determinado momento aparecem, George com a guitarra, Ringo na bateria… e a Morsa tocando seu baixo Hofner!


* Na música "All You Need Is Love" John fala: "yes! he is dead!" (sim, ele está morto). Esta é muito fácil de perceber. Ouça a música e perceba que ele diz essa frase em torno dos 3:13 da música.


* O disco original vinha com um encarte. Nele havia uma foto dos 4 Beatles, cada um com uma rosa na lapela. A rosa de John, George e Ringo era vermelha. A rosa de Paul era preta.


* Na bateria do Ringo, na foto central do encarte, está escrito "Love 3 Beatles", o que queria dizer que agora são só 3 Beatles.


* Em todas as fotos Paul está descalço (mortos são enterrados descalços).


* O nome do disco "Magical Mystery Tour" (Jornada Mágica e Misteriosa) seria a jornada dos Beatlemaníacos para decifrar os mistérios da morte de Paul.


* Em "Strawberry Fields Forever" Lennon diz: "I Buried Paul" (eu enterrei o Paul).




White Album


*Podem-se ouvir uma pistas na música Revolution #9 "Let me out!". Seria McCartney gritando para sair de seu automóvel?


* Em "I'm So Tired", escutando a música de trás para frente, Lennon diz: "Paul is dead man, miss him, miss him, miss him" (mostra com clareza nesse vídeo nos 3:36)




* No álbum que vem com o disco há uma foto de Paul numa banheira, com sua cabeça fora da água, dando uma forte impressão de ser uma cabeça decaptada, e segundo a lenda, Paul teria sido decaptado durante o acidente.


* A cicatriz no rosto de Paul seria na verdade a cicatriz da cirurgia plástica do sosia "Billy Shears" para ficar mais parecido com o verdadeiro com Paul.


O encarte traz imagens muito enigmáticas. No meio de um emaranhado de imagens fragmentadas e “aparentemente” sem nexo: uma foto de Billy Shears, apelido que os integrantes dos Beatles deram a William Campbell, o sósia de Paul.




aqui há um vídeo, onde há os trechos invertido, e as frases ficam direitinhas, para quem entende inglês, vai ser mais fácil de compreender.




Yellow Submarine




1- O submarino amarelo dá a impressão de ser um caixão enterrado na montanha.


2- Na capa há também uma mão aberta sobre a cabeça de Paul McCartney.




Abbey Road




1-Na placa do carro branco estacionado, é uma sigla, LMW (linda McCartney weeps- traduzindo seria, Linda McCartney chora. Linda McCartney, para os desinformados, e a falecida esposa de Paul McCartney).


2- Paul está descalço (mortos na Inglaterra são enterrados descalços)
3-Ringo veste preto e John branco cores de luto em várias culturas, (sendo na oriental, a cor de luto e tristeza é branco)


4- O carro no fundo está indo em direção de Paul( vale lembrar que a segundo a lenda, Paul teria morrido em um acidente de carro)


5-Um carro aparentando ser de polícia, ambulância(já que na Inglaterra a ambulância é preta). Parece estar atendendo a alguma ocorrência, como um acidente de trânsito, o acidente de Paul, outras versões diz que seria um carro funerário.


6- Paul está segurando seu cigarro na mão direita (o verdadeiro Paul é canhoto, e estaria segurando o cigarro na mão esquerda).
7- A placa do fusca branco estacionado na rua é 28IF, o que queria dizer que Paul teria 28 anos se (IF) estivesse vivo. Além disso, na Inglaterra o Fusca é chamado de Beetle.




Outras notas:


- Na foto dos Beatles atravessando a rua, Paul está com o passo trocado em relação aos outros
-Paul está com os olhos fechados.
- A música " Come Together " tem um trecho: "one and one and one is three" (um mais um mais um são três) o quer que dizer "John mais George mais Ringo são três". Não contou o Paul, pois ele estaria morto.






Na capa de trás, próximo a margem da capa há uma mulher . E essa mulher é Rita a companhia de Paul no carro no momento do acidente. Alguns acreditam que ela teria sido a "culpada" pelo acidente pelo fato de que Paul prestava mais atenção nela do que no trânsito .



Até Paul entrou na brincadeira, parodiando os boatos no seu álbum "Paul is Live", onde ele se encontra na faixa de Abbey Road, porém, alguns elementos onde indicavam as mensagens foram retirados, e na capa de trás, há um carro beetle com a placa "51IS" que indicaria que ele estaria vivo, completando 51 anos na época.

Um comentário: